Comprando as passagens

A compra de passagens aéreas para crianças pode mostrar algumas “pegadinhas”. Seja pelo website ou pelo setor de televendas da companhia aérea, vale prestar sempre bastante atenção na hora da compra.

Na maioria das companhias aéreas, a tarifa para vôos internacionais para crianças funciona da seguinte forma:

  • Bebês até 2 anos: Pagam cerca de 10% do valor da passagem mais as taxas de embarque. Nesse caso, não têm direito à assento, devem viajar no colo. Mas têm direito a uma mala de mão, a uma mala despachada de até 10Kg , além do carrinho( tipo e dimensões depende da companhia aérea). Em vôos domésticos (no Brasil ou no exterior) em geral paga-se somente as taxas de embarque.
  • Crianças de 2 a 12 anos: Pagam cerca de 70-75% do valor da passagem mais as taxas. A franquia de bagagem é a mesma do adulto. Raras companhias cobram valor cheio, mas isso pode acontecer, principalmente em vôos domésticos, no Brasil ou no exterior. Essa tarifa passa a valer no dia em que a criança completa 2 anos, e vale até a véspera de completar 13 anos.

Caso os pais queiram, podem comprar uma passagem para o bebê, para que ele tenha direito à um assento. Nesse caso, costuma-se pagar o mesmo valor de crianças maiores (2-12 anos), e o bebê terá os mesmos direitos de um adulto: assento e a mesma franquia de bagagem. Em ambos os casos, o bebê tem direito a levar um carrinho até a porta do avião.

Uma coisa para a qual vale ficar atento é que em muitos sites não é possível incluir um bebê sem pagar a passagem. Quando se coloca a opção de bebê 0-2 anos o que se está fazendo e comprando um assento para o bebê. Nesse caso, os pais devem comprar a passagem dos adultos/crianças maiores e ligar para a companhia aérea para incluir o bebê. Mesmo com passagem de milhas, essa taxa costuma ser paga. E aí está um ponto que merece MUITA ATENÇÃO: No caso de passagens compradas com milhas, o valor cobrado para o bebê viajar no colo é calculado em cima da maior tarifa da classe em que os pais estão viajando. Ou seja, se os pais estão viajando com milhas na classe econômica, a taxa do bebê seria 10% da maior tarifa da econômica, que costuma ser bem maior do que as tarifas “promocionais” anunciadas. Isso pode não fazer tanta diferença quando o valor anunciado é de R$ 2.000 e a maior tarifa da classe é R$ 4.000. Seria a diferença entre pagar R$ 200 ou R$ 400 pelo bebê. Mas imagina se você pega passagens por milhas na classe executiva, e o valor da tarifa para a executiva é de R$ 20.000!! Você pagaria R$ 2.000 só pelo bebê! Algumas companhias aéreas permitem que a passagem do bebê também seja paga com milhas, e aí isso pode ser uma salvação. Mas nem todas permitem isso. Nesse caso, vale sempre à pena checar se alguma das companhias parceiras. Às vezes a companhia na qual se vai viajar não permite, porém uma parceira permite e essa pode ser uma forma de se “driblar” o sistema.

De qualquer forma, acho que a melhor opção para viajar com bebês no colo é escolher o melhor vôo/tarifa e entrar em contato com a companhia aérea para saber exatamente a tarifa, a franquia de bagagem e como incluir o bebê. Para viajar com bebê no assento ou com crianças maiores, em geral é possível simular o valor e fazer tudo pelo site mesmo.

Nós já viajamos com bebês em diversas companhias, inclusive em classe executiva, e o valor pago pelo bebê no colo sempre foi pequeno. Mas sempre tivemos que comprar primeiro nossas passagens e depois ligar para incluir o bebê. Muitas companhias não permitem bebês no colo na classe executiva e/ou primeira classe, somente com a compra de um assento.

Caso a criança ainda não tenha passaporte no momento da passagem (ver a questão da curta validade dos passaportes para crianças!), sugiro deixar o campo em branco, se possível, ou preencher com o CPF (ou passaporte antigo, se houver) e posteriormente ligar para a companhia aérea para corrigir a informação.

 Segue as instruções de algumas companhias aéreas em relação à viagem com bebês e crianças (dessas, só não viajei para o exterior de Gol e LATAM):

Delta Airlines: http://pt.delta.com/content/www/en_US/traveling-with-us/special-travel-needs/children.html

AirFrance: http://www.airfrance.com.br/BR/pt/local/guidevoyageur/assistance/voyager_enfants.htm

TAP: http://www.flytap.com/Brasil/PTBR/PlanejarEReservar/PrepararAViagem/BebesECriancas

British Airways: http://www.britishairways.com/pt-br/information/family-travel?source=MNVINF2family_travel&link=main_nav

American Airlines: https://www.aa.com.br/i18n/travel-info/special-assistance/traveling-children.jsp

LATAM: https://www.latam.com/pt_br/informacao-para-sua-viagem/voando-com-criancas-e-bebes/bebes-e-criancas-a-bordo/

Gol: http://www.voegol.com.br/pt-br/viaje-sem-duvidas/passageiros-especiais/criancas/Pagina/default.aspx

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s